Projetos importantes que precisam ser entregues e que você deveria se concentrar para finalizar, tarefas pessoais que ficam piscando na sua agenda do celular e que você simplesmente ignora, academia que você está pagando há 3 meses, mas apareceu uma única vez ou apenas no dia da sua avaliação.

Quem aqui nunca se viu nessas situações? Mais do que gostaria, certamente. Acontece com qualquer um de nós e a história é sempre a mesma: “aparece” sempre uma variedade de problemas para justificar nossas desculpas e, na grande maioria das vezes, temos preguiça de começar. A sensação é de que as atividades nunca terão fim. Por mais que você se dedique, elas parecem acumular, um ciclo interminável de coisas para fazer. Será?

A verdade é que todos nós – uns mais do que outros – procrastina em alguma área da vida. A grande questão aqui é que a procrastinação tem impedido muitas pessoas de viver uma vida feliz e bem-sucedida – dentro dos seus padrões desejados. Cada um tem o seu padrão de vida almejado.

Parar de procrastinar é um desafio possível de vencer, são mudanças de hábitos, uma necessidade de nos treinarmos dia a dia. Os hábitos criam rotina e todos nós temos algumas pré-definidas no dia a dia como: escovar os dentes, tomar banho, tomar café da manhã antes de ir trabalhar, por exemplo.

Os hábitos podem ser bons ou ruins. Algumas pessoas optam por hábitos de alta performance como: ler livros, estabelecer metas pessoais e profissionais, se dedicar a projetos que considere importante. Outros escolhem hábitos destrutivos: assistir incansavelmente televisão, comer Junk Food, não praticar nenhum tipo de atividade física e viver culpando os outros por seus resultados ruins.

Para você mudar um hábito será necessário a repetição. Exemplo: se você deseja voltar a praticar atividade física, você terá que ir à academia – ou qualquer outra atividade -, pelo menos 30 minutos todos os dias. Importante aqui é fracionar sua meta. Comece indo 2x por semana, por 15 dias, depois passe a ir 3x por semana, em breve você estará indo todos os dias.

A procrastinação nos dá uma “sensação boa” de recompensa a curto prazo, aquela sensação de viver o momento. Porém isso vira um hábito contínuo e é muito fácil ser dominado pela preguiça e pelo desânimo. A solução mais fácil para eliminar esse estado é substituir hábitos ruins por boas rotinas que beneficiem sua vida. Não fique repetindo como um mantra para si mesmo que não tem tempo, que está sobrecarregado, que falta não sei o quê para começar um projeto, que…que…que…Pessoas que justificam o tempo todo não evoluem, não prosperam.

Organize seu dia, coloque todas as suas atividades numa agenda com horário, por mais preguiça que você tenha, vá assim mesmo, cumpra com os seus prazos, este é o começo de uma mudança de hábito, e ninguém pode fazer isso por você. Coragem, coragem!Untitled design